Como o Minoxidil age no tratamento da calvície?

minoxidil contra calvícieVocês acreditam que o tônico capilar mais potente contra a calvície foi descoberto por acaso? Não estamos falando de um produto específico e sim do princípio ativo minoxidil, presente em vários produtos anti-queda conhecidos internacionalmente (Rogaine, Kirkland, Mintop, Ylox e Lacovin e outros).

Primeiramente, o minoxidil era usado apenas como um vasodilatador para casos de hipertensão e era vendido em comprimidos com o nome comercial de Loniten. Notou-se então que alguns usuários começaram a desenvolver hipertricose (crescimento exagerado dos pelos do corpo) e observaram que áreas do couro cabeludo afetadas pela alopecia estavam se regenerando.

Com isso começaram então a ser desenvolvidas as loções de minoxidil para aplicação tópica, vendidas especificamente para enfrentar a queda de cabelo e estimular o fortalecimento e desenvolvimento dos fios.

 

Como o minoxidil funciona?

Desde a descoberta da efetividade do minoxidil no controle da queda de cabelos, vários pesquisadores têm tentado compreender exatamente como ele funciona, mas até o momento os cientista não chegaram a um consenso sobre a forma de atuação do minoxidil nos folículos capilares.

A hipótese mais divulgada é a de que, por ser um vasodilatador, o minoxidil seria capaz de estimular a circulação sanguínea, levando mais oxigênio e nutrientes para os folículos. Entretanto, como outras substâncias que também são vasodilatadoras não conseguem produzir o mesmo efeito, acredita-se que o mecanismo de atuação seja um mais complexo.

Outra hipótese seria de que o minoxidil teria a capacidade de abrir os canais de potássio nas membranas celulares, que regulam diversas funções e interferem no ciclo de desenvolvimento dos fios.

O fato é que o minoxidil faz aumentar o tamanho dos folículos e também prolongar a duração da fase anágena dos fios.

 

Fotos comparando antes e depois de tratamento de calvície com minoxidil
(Resultados obtidos com 4 meses de tratamento, divulgados por um fabricante de produtos à base de Minoxidil)

 

 

Algumas pessoas notam uma queda acentuada dos fios logo após o início do tratamento, e em seguida os resultados do produto começam a aparecer. Acredita-se que a queda inicial (nomeada de shedding) ocorro porque o minoxidil anteciparia a saída dos fios de cabelo que já estão na fase telógena, para que novos fios da fase anágena possam se desenvolver.

Os resultados conseguidos com o minoxidil não são definitivos, e só se mantêm enquanto durar o tratamento: caso ele seja interrompido, em certo tempo o padrão de avanço da alopecia será retomado como antes.

 

Compre agora o seu minoxidil original Kirkland ou minoxidil original Rogaine

 

Como se usa o minoxidil?

Os tônicos capilares e demais formas tópicas (com aplicação direta sobre a pele, em forma de loção, espuma, gel ou creme) são mais seguros que outras formas como comprimidos, pois não permitem que o produto seja amplamente absorvido pelo organismo. As formulações geralmente são produzidas em concentrações de 2% e 5%.

 

minoxidil em espuma

 

A versão de 5% é contra-indicada para mulheres. Acredita-se que por ser mais concentrada e forte, ela possa estimular o crescimento de pelos em áreas do corpo indesejadas como o rosto. Como não existem muitas pesquisas e estudos sobre o uso durante a gravidez e lactação, o minoxidil é desaconselhado nesses casos (o ideal é falar com o seu médico para avaliar os riscos e benefícios).

O produto deve ser aplicado duas vezes ao dia sobre as áreas afetadas pela calvície, com o couro cabeludo seco. Existe uma variedade de aplicadores (em spray, conta-gotas e massageadores), mas toda vez que você utilizar os dedos para aplicar ou massagear o produto, deve lavar bem as mãos logo em seguida. Para se ter melhores resultados, recomenda-se deixar o minoxidil em ação no couro cabeludo pelo menos 4 horas antes de molhar a cabeça.

Os efeitos podem demorar de 2 meses a 1 ano para se apresentarem, portanto é necessário manter o uso prolongado para observar resultados satisfatórios. Os efeitos mais notórios são observados em pessoas com idade inferiores a 40 anos, principalmente quando o problema com calvície é recente (há 5 anos ou menos) e a área tratada é pequena.

O minoxidil não deve ser usado em áreas irritadas, feridas ou sensíveis do couro cabeludo (não utilize se estiver com queimaduras de sol ou se tiver realizado algum procedimento químico há pouco tempo, como descolorir os cabelos, pois pode gerar reações desagradáveis como ardência e coceira). É recomendado evitar a exposição da área em tratamento ao sol, pois a pele fica mais sensível. Algumas formulações contêm álcool ou propilenoglicol como veículo, substâncias que podem causar ressecamento do couro cabeludo e dermatites de contato: nesses casos, as fórmulas em espuma podem ser boas substitutas e promover a absorção do produto diminuindo as irritações.

Vale lembrar que qualquer medicação, de uso sistêmico ou tópico, deve ser sempre prescrita e acompanhada por um médico, que vai analisar e avaliar possíveis fatores de risco (como contra-indicações e possíveis interações medicamentosas) e garantir a eficácia e segurança do tratamento. Se durante o tratamento com minoxidil você apresentar algum sinal de alergia, dor, inchaço, taquicardia, tonturas, ganho de peso súbito ou qualquer outro sintoma inesperado, interrompa imediatamente o uso e avise o seu médico.

 

Receba CUPONS DE DESCONTOS em seu email! >>

QUER GANHAR DESCONTOS?

Assine nosso boletim e receba descontos exclusivos por email ;)

newsletter
Compre produtos Importados pelo menor preço!